A Verdade sobre o Amor - Stephanie Laurens


Romance Histórico

Quando a autora de best-sellers do New York Times Stephanie Laurens criou os Cynster, gerou-se um fenômeno. Audazes, passionais e possessivos, os homens da família Cynster não deixavam que nada cruzasse seu caminho quando se tratava de conquistar a mulher de suas vidas. Agora, Stephanie Laurens escreveu seu livro mais romântico e poderoso, que ousa chamar de

A verdade sobre o Amor

Londres, início de junho, 1831

Gerrard Debbington é um dos poucos escolhidos - um cavalheiro que adquiriu suas habilidades sociais e amorosas aos pés de verdadeiros mestres. Bonito e rico, protegido e cunhado de Vane Cynster, Gerrard faz parte do charmoso círculo familiar dos Cynster. Um dos melhores partidos da alta sociedade, Gerrard é constantemente assediado com propostas das mais requisitadas beldades de Londres, mas, como artista de maior sucesso da alta sociedade, só há uma proposta que deseja aceitar - a chance de pintar os fantásticos, mas raramente vistos, jardins da mansão do recluso lorde Tregonning, Hellebore Hall.

Essa chance surge diante de Gerrard, mas, para agarrá-la, deve aceitar a exigência de lorde Treggonning, de que pinte um claro e honesto retrato de sua filha. Gerrard abomina de perder seu tempo e talento com alguma senhorita afetada, mas, sem alternativa, aceita...

E assim descobre que Jacqueline Tregonning o inspira como nenhuma outra dama. Ela certamente é bonita, mas Gerrard está deslumbrado pelas profundas emoções que ela provoca, e é cativado por sua natureza passional e sua bondade inata. Logo se convence que Jacqueline é a alma gêmea que ele precisa ter como esposa.

Mas alguma coisa está terrivelmente errada em Hellebore Hall. O mal se esconde nos belos jardins e ao longo dos caminhos que os cruzam. E esse mal arma uma cilada para Jacqueline, prendendo-a em uma rede de pérfidos boatos - boatos que a retratam como a autora de dois assassinatos.

Os rumores são falsos, mas alguém os está espalhando ativamente. Convencido de que Jacqueline é inocente de todas as acusações, Gerrard está confiante de que o retrato que pintou abrirá os olhos das outras pessoas para a verdade que ele vê, mas quando um corpo em avançado estado de decomposição é encontrado nos jardins, a campanha para incriminar Jacqueline aumenta ainda mais - para ela e Gerrard, o tempo está se esgotando. Os dias que passam juntos levam a noites de arrebatadora paixão - e Gerrard jura que moverá céus e terra para proteger a mulher que, para ele, personifica a verdade sobre o amor.

Esse livro faz parte da saga Cynster. Os livros são:
  • 01. Devil's Bride (1998) - não lançado no Brasil.
  • 02. A Rake's Vow (1998) - não lançado no Brasil.
  • 03. Scandal's Bride (1999) - não lançado no Brasil.
  • 04. A Rogue's Proposal (1999) - não lançado no Brasil.
  • 05. A Secret Love (2000) - não lançado no Brasil.
  • 06. All About Love (2001) - não lançado no Brasil.
  • 07. All About Passion (2001) - não lançado no Brasil.
  • 08. On a Wild Night (2002) - não lançado no Brasil.
  • 09. On a Wicked Dawn (2002) - não lançado no Brasil.
  • 10. The Perfect Lover (2003) - não lançado no Brasil.
  • 11. The Ideal Bride (2004) - não lançado no Brasil.
  • 12. The Truth about Love (2005) - A Verdade sobre o Amor.
  • 13. What Price Love? (2006) - O Preço do Amor.
  • 14. The Taste of Innocence (2007) - O Sabor da Inocência.
  • 15. Where the Heart Leads (2008) - não lançado no Brasil.
  • 16. Temptation and Surrender (2009) - não lançado no Brasil.

Os Cynster têm como característica básica serem homens intensos, impulsivos, muitas vezes irracionais e ultra hots. Gerrard faz parte do clã. Ele é um pintor que tem a capacidade de mostrar em sua arte muito mais que uma imagem. Quem visualiza sua obra sente as emoções e a verdade sobre o retratado.

O resumo do livro está muito bem feito. A fascinação pelos jardins de Hellebore Hall faz com que ele aceite pintar o retrato de Jacqueline. Só que o motivo do retrato é muito mais complexo do que ele pensava. Aliás, Jacqueline é muito mais complexa... e isso o fascina.

Gerrard está ali para influenciar os pontos de vista da sociedade que já tinham sido manipulados, de uma forma muito inteligente, pela força maligna da história. Ele e seu amigo Barnaby tentam solucionar os crimes que a sociedade já julgou e condenou. Jacqueline é considerada a culpada, porém como todos da sociedade local a amam, eles se calam. Um silêncio terrível que oprime mais nossa heroína, já que nada pode fazer para mudar a opinião da sociedade. Daí a importância do retrato.

Mote da história interessantíssimo, livro HOT também, porém fiquei um pouco decepcionada. Eu explico. Comparativamente falando achei O Preço do Amor e O Sabor da Inocência melhores. Por quê?

Este livro é descritivo demais. Como uma boa apreciadora de históricos, não tenho medo de livros com narrativas mais lentas e detalhadas e no início não tive problemas. Acontece que o livro tem 420 páginas de texto e com o tempo pesou.

Aconselho a quem quiser se aventurar na saga que em minha opinião é excelente, começar pelos publicados anteriormente e não por esse. Mesmo que cronologicamente esse seja anterior. Na realidade dá para ler fora de ordem.

Abaixo a capa em inglês.

Photobucket

Cotação:
Photobucket
Photobucket

13 comentários:

  1. Mais um pra minha lista de comprar livraria!

    ResponderExcluir
  2. + um para lista mesmooooo

    adoro hot, e essa saga parece ser boa, mesmo que esseseja meio lento,rs.

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi

    Respondendo ao seu comentário no meu blog. Eu também acho que existe preconceito e o engraçado é que o pessoal adora Nora Roberts e Barbara Delinski sendo que elas também escreviam livros de banca. O livro da No Roberts que eu mais gostei até hoje foi um livro "Rebelde" de banca. E até o momento não li nenhum livro dessas autoras que eu gostasse mais que os da Candace Camp. É uma pena que a Harlequin lance poucos livros dela. E também esta na hora de reeditar os antigos. Como eu não tenho a opção de comprar em sebos é muito difícil eu encontrar esse livros. E na Estante Virtual eles cobram o mesmo preço de um livro novo, ás vezes até mais caro. Vou tentar comprar pelo menos os vendidos no site da Harlequin.

    Estou doida para ler um livro da Stephanie Laurens. Mas o preço é meio salgado. Então por enquanto nem pensar em comprar.

    bjs
    Aline

    ResponderExcluir
  4. Tenho medo de vir conferir suas resenhas de livros de livraria...
    Meu pobre salário chora!
    hahahaha

    ResponderExcluir
  5. Oiê!
    Estou precisando ler livros romanticos. Estou sentindo falta dos "suspiros". rsrs
    Gostei deste livro, vou procura-lo p/ comprar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Estamos fazendo uma promoção lá no Néctar da Flor. Espero que goste e inscreva seu blog, viu?

    Beijo bem grandão.


    -

    ResponderExcluir
  7. Oiê!! Vc recebeu meu email???

    420 páginas? Mas não é melhor assim? Dá para desenvolver bem a história e a trama promete tanto...
    Bj

    ResponderExcluir
  8. Dicas preciosas... adorei...
    Ah, é melhor um muito longo do que um muito curto, não??

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  9. Oi meninas, claro que é bom quando o livro é longo, porém com uma trama que acompanhe o número de páginas.

    Como disse antes, esse livro tem uma narrativa muito descritiva. Descrições interminávies de cada detalhe dos inúmeros jardins da propriedade por exemplo. E com o tempo isso pesou...

    O que não aconteceu nos demais livros pelo menos em minha opinião.

    Como disse antes gostei do livro, mas acredito serem melhores os publicados anteriormente.

    Quem quiser dar uma olhadinha no Amazon.com verá que muitos compartilham da minha opinião. ;)

    bjos

    PS: Carol, o lance é participar de todas as promos que houver para poupar o salário. Torça para a Sedna divulgar o livro através de sorteios em blogs.

    ResponderExcluir
  10. Não tenho nada contra a Nora mas tbém até hoje só gostei de dois livros dela (banca) uma vez mas com ternura e rebelde...mas o importante mesmo é respeitar o gosto de cada um e trocar informações.

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Tonks,

    dessa autora só li O Sabor da Inocencia. Tem um tempinho e se nao estou enganada ele é mto descritivo tbm, e acaba sendo um pouco enfadonho.
    Mas eu gostei mto dele, apesar disso.

    Colocando na lista...

    Bjos,

    ResponderExcluir
  12. Já estava na minha lista e vai permancecer até o $$$ sobrar... rsrsrsrsr

    :)

    ResponderExcluir
  13. É só uma pena que as editoras brasileiras não publiquem séries completas assim...Apesar de poder lê-los separadamente, acho que deveriam publicar todos os livros que parecem ser ótimos^^
    E como sempre as nossas capas parecem ter muito mais haver com o tema que as originais:)

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores