Não Desafie o Coração - Johanna Lindsey


Romance histórico

Reina de Champeney precisava casar-se, agora que tinham morrido as grandes paixões de sua vida: o noivo e o próprio pai. Mas os cavaleiros pretendentes, na Inglaterra feudal do século XII, só queriam aproveitar-se da situação para tornarem-se donos de suas propriedades... Surge, então, uma saída: um falso noivo contrata Ranulf Fitz Hugh para raptá-la. E o que começou como um acordo acaba se transformando em outra realidade...

Primeiro livro da série Shefford's Knights. Os livros são:
  • 1. Defy Not the Heart (1989) - Não desafie o Coração - Reina de Champeney e Ranulf Fitz Hugh.
  • 2. Joining (1999) - ainda não publicado no Brasil - Milisant Crispin e Wulfric, futuro conde de Shefford.

Na Inglaterra feudal do século XII, Reina precisava casar-se, agora que não tinha mais a proteção do noivo nem do pai, e antes que fosse raptada ou atacada pelos cavaleiros pretendentes, que só queriam ser donos de suas propriedades.

Ranulf Fitz Hugh é um cavaleiro mercenário. Gigante, louro, dourado e assustador, ele parece muito com a imagem da capa. Ele foi contratado por lorde Rothwell que quer as terras de Reina. O plano é raptá-la e forçar o casamento com o lorde velho e mesquinho.

Para se salvar da união a que estava sendo forçada, Reina propõe a Ranulf um acordo:

Seja você o meu marido. Em troca de sua proteção, farei de você um grande senhor.

Depois que li o excelente livro Amável Tirano, de Johanna Lindsey, comecei a procurar mais trabalhos da autora. Ela escreve romances históricos ao estilo dos romances de banca, só que seus livros foram publicados no formato de livraria. Como no livro que li anteriormente, a autora usa muito o humor e o relacionamento entre o casal protagonista é no estilo "gato e rato", ou se preferirem "entre tapas e beijos".

A autora tem o cuidado de situar muito bem o leitor na época. Ela explica um pouco como era o relacionamento entre suserano e vassalo, como era a situação da mulher e como eram feitos os contratos de casamento. Vocês sabiam que era direito do marido bater na esposa assim como nos filhos?

O livro é bom, mas Amável Tirano é melhor. Gostei do livro e é uma boa dica para quem gosta de romances históricos.

Abaixo a capa em inglês.

Photobucket

Cotação:
Photobucket
Photobucket

5 comentários:

  1. eu AMO Johanna Lindsey. Acho que me falta só esse dela para ler em port. Tudo bem q é 3 :S

    Li ontem um em esp. dela que se passa nos EUA, mas não gostei muito. Ela com a saga Mallory e com os livros regências é perfeita!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei esse livro!!!
    Li já faz tempo, mas lembro que é muito interessante, porque ele é um bruto, mas que no final faz de tudo para não machucá-la. Lembra da cena que ele vai pedir ajuda para a prostituta...

    Muito bom...
    Agora quero ler Amável Tirano então, se você diz que é melhor...

    ResponderExcluir
  3. Oie

    Realmente o Amável Tirano é ótimo, comprei ele no estante virtual e valeu a pena. Esse ainda não li mas está na minha lista.

    Aguardando uma visita

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Tonks,

    vi esse livro no sebo e fiquei na duvida se comprava ou não...

    Agora vou ter que voltar lá ... =)

    òtima resenha...

    Bjos,

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente esse livro é bem difícil de encontrar. Seria ótimo de a Record publicasse a trilogia completa.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores