O Highlander Negro - Karen Marie Moning


Romance histórico
Viagem no Tempo
Fantasia


Quinto volume de Highlander series. Os livros não foram publicados no Brasil, mas alguns saíram em Portugal e eu os importei.

Uma saga sensual que mistura com muito bom humor: romance, fantasia e viagem no tempo. Tudo isso acompanhado do charme inerente dos highlanders medievais. Uma série não sequencial, cada narrativa tem começo, meio e fim e é centrada num casal diferente, porém a partir do quarto volume a ligação entre eles fica maior e aconselho a lê-los em ordem.

Clique AQUI para conhecer a saga.

Mas preste atenção, leia a resenha. Sei que muitos, por falta de tempo, olham só as estrelinhas ao final da postagem. Esses vão ficar com uma má impressão. Nossa, só três estrelinhas? E não é por aí.

A história é um bom divertimento para quem gosta de romances sensuais, como eu. O texto tem pegada, sem suavizações e há um bom desenvolvimento das cenas quentes associado a diálogos inteligentes e bem humorados, mas se o comparo com o anterior, O Beijo do Highlander, sinto que falta algo. E acredito que tenha a ver com a trama...

Mocinha virgem, uma viagem para o futuro, seguida de outra para o passado, o reencontro dos protagonistas no presente. Eu já vi esse filme antes e foi no anterior. Essa familiaridade me incomodou, uma questão pessoal. Se você fizer uma pequena pesquisa no Good Reads, verá que a maioria dos leitores dá uma nota bem alta para o livro. Veja AQUI.

Dageus Mackeltar é um druida escocês do século XVI e foi amaldiçoado ao salvar o irmão gêmeo, no final de O Beijo do Highlander. Sua maldição? Conter dentro de si treze druidas maus que dia após dia tentam o transformar em um ser maligno. O que fazer? Uma viagem ao futuro, para nossa época, para ver se seu irmão se reencontrou com sua amada e que seu sacrifício valeu a pena. Ao mesmo tempo, começa uma pesquisa entre documentos antigos para tentar achar uma saída. Não me perguntem o porquê dele não viajar logo para o passado e pegar os documentos da fonte. Eu também não sei.

Mas nosso herói torturado conhece, nesse mundo contemporâneo, a nossa heroína. Chloe Zanders adora antiguidades e trabalha com isso.

Trecho em português de Portugal:

Devia deixá-la ir embora.

E sabia que não o faria. Queria Chloe Zanders como jamais quisera uma moça antes. Ela fazia-o sentir-se como um mocinho, querendo deslumbrá-la com proezas masculinas, protegê-la, saciar cada desejo seu, ser o centro de interesse do seu coração resplandecente, tão pleno de inocência. Como se ela pudesse de alguma forma limpá-lo outra vez.

Ela era curiosidade e maravilhamento; ele era cinismo e desespero. Ela rebentava de sonhos; ele estava escavado e vazio por dentro. O coração dela era jovem e verdadeiro; o seu estava gelado de desilusão, mal batendo o suficiente para o manter vivo.
Página 68.

Uma boa leitura.

Pretendo continuar a ler a série, ainda mais agora que descobri que o próximo livro falará de Adam Black, um imortal.

Sinopse:

Dageus Mackeltar é um herói encantador assim como o seu pior inimigo. No final do anterior romance da autora, O Beijo do Highlander, Dageus usara os poderes dos druidas para viajar no passado e salvar o seu irmão gémeo, Drustan, que teria perecido num incêndio. Mas, ao fazê-lo, libertou os espíritos de treze maléficos druidas que agora vivem dentro dele. Durante a sua investigação de textos arcanos que podem conter a chave para aprisionar novamente os espíritos, Dageus conhece a muito curiosa Chloe Zanders, uma amante de antiguidades em Manhattan. Quando ela, acidentalmente, "tropeça" na sua colecção de documentos "emprestados", Dageus vê-se obrigado a mantê-la "sob a sua vigilância". A tensão e atracção atingem o ponto máximo quando os dois viajam até à Escócia para enfrentar os demónios de Dageus. A boa disposição de Chloe é a combinação perfeita para a sensualidade de Dageus. Esta história, selvagem e criativa, leva os leitores a uma viagem excitante através do tempo.

Abaixo a capa em inglês.

Photobucket

Cotação:
Photobucket
Photobucket

8 comentários:

  1. Eu li a sua resenha sobre ele quando vc postou as suas aquisições da Wook e veio ele, junto com O Beijo do Higlander.Corri pra conseguir o meu.
    Terminei Um Estranho Nos Meus Braços, da Lisa kleypas e agora estou lendo Uma Aposta Perversa da Emma Wildes. Depois, vem os dois dessa série: O Beijo do Higlander e O Highlander Negro.
    Adoro um romance com highlanders, kkk
    bjus

    ResponderExcluir
  2. A história em si não chamou muito a atenção, o livro anterior parece bem mais dinâmico.

    Estou com mais uma listinha para comprar na Wook e esse vai ficar de fora no momento.
    Bjkas,
    Monique Martins
    MoniqueMar
    @moniquemar

    ResponderExcluir
  3. Olá, meu é Ana e algum tempo acompanho seu blog e gostei de algumas dicas suas! Foi por isso que comecei a ler essa série da Karen Marie Moning. Vc elogiou tanto o Beijo do Highlander que fiquei curiosa... Confesso que fiquei um pouco decepcionada. E fiquei mais decepcionada ainda com The dark highlander (li os livros em inglês pois não gosto do português de Portugal).E como vc mesmo escreveu há muita semelhança entre as duas histórias, e sinto muito em dizer mas a série é fraca e as vezes até chata. Não vale a pena continuar a ler a série, sorry!

    ResponderExcluir
  4. Bem, não se pode acertar todas, né?? Até boas séries possuem livros mais ou menos no meio... mas esses pequenos detalhes que poderiam resolver a história logo de uma vez, me enervam um pouco... a história pode ser totalmente surreal, com vampiros, dragões, o que for, mas precisa ser lógica...
    Vou colocar os anteriores na minha lista...
    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  5. Ana,

    Vc sempre consegue me matar de inveja, primeiro:
    Tu é xique demais, madar os livros de outro país! uiii (arrasou)!
    Eu por não ler em outra lingua não o faço, se não tbm não teria pena, pois sabemos a qualidade dos livros que saem ''lá fora'' é sem comparação.
    Tenho uma amiga que lê os Highlander em e-book e os tem e fala maravilhas deles, mas prefiro nem dar muitos ouvidos a ela, ou acabo estragando o "resto" da minha visão na tela do PC.
    kkkkkkkk

    Faby - Adoro Romances de Aracaju

    ResponderExcluir
  6. Aah, q bakana!
    Nunca li um romance historico q fosse sobrenatural.. Interessante.
    Maas axo q pra começar, vou ficar com o BJ do Highlander.. não tenhu mto tmpo disponivel entao, melhor escolher logo o melhor. heheh
    REalmente, pra qm nao acompanha a série, degusta tranquilamente o livro, ao menos, tive esta impressão ate msmo pela sinopse e sua resenha q nao descarta a leitura.
    :)

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Nossa, ♥ seu blog, sempre q tenho tempo dou uma passadinha aqui p/ ler as novidades. Tem um livro mto bom, d uma autora brasileira, a Carina Rissi, q é sobre viajem no tempo. Se chama "Perdida", seria legal se vc comentasse sobre ele. Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  8. Eu também gostei bem mais do livro anterior - do Drustan - do que desse, por causa de tudo que foi falado. Eu também tenho problema com português de Portugal, como a Ana - principalmente depois que comprei os ebooks da série Lords of The Underworld da Gena Showalter que ainda não lançaram aqui (os livros do Amun, Stryder e Paris) e vi que mudaram vários termos (em relação aos livros anteriores, que li em PT-BR) e certas passagens ficaram super confusas pra mim. Por esses problemas, acabei adquirindo essa série em inglês mesmo. Mas o sexto livro - que fala do príncipe Fae sombrio, o imortal Adam Black - é legal também, embora ainda prefira o do Drustan. De qualquer forma vou continuar a série, já que li 3 livros (fora de ordem...rs) vou ler os outros 5, pois não consigo deixar uma série pela metade...kkkk

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores