Sedução nas Terras Altas - Michelle Willingham


Histórico

Sequência de Desejo nas Terras Altas, foca o casal Alex e Laren Mackinloch. Casados há anos, porém afastados nos dois últimos. Não é um distanciamento físico, mas sim emocional. Eles se fecharam no decorrer dos anos. E agora se quiserem reconstruir o seu casamento, terão que começar de novo.

Quem leu o livro anterior já os conhece e deve ter ficado curioso e intrigado pelo motivo de tal relacionamento frio. Bem, eu fiquei, mas não espere de Michelle Willingham uma resposta simples, assim como na vida real, algumas questões existem em decorrência de uma série de fatores. O luto pela perda de um filho foi o estopim, mas a autora mostra muito bem o solo fértil já existente.

Alex é o chefe do seu clã, não era a primeira escolha para a liderança, mas com o cativeiro de Bram (protagonista do primeiro volume) teve que assumir a responsabilidade. A sua maior preocupação era parecer forte diante do seu povo, ser o líder de que necessitavam naquele momento de crise com os ingleses.

Laren, sua esposa, sempre foi tímida e sua inabilidade na liderança, sua origem pobre e seu medo de falar em público nunca foram bem vistos pelo clã. A morte do filho desencadeia um processo de distanciamento entre o casal. Eles não conseguem lidar com a dor do outro. Muito tocante. Difícil não se emocionar. Alguns flashbacks curtos, durante todo o livro, dão o tom de como as coisas funcionavam no início, de como mudaram.

Alex mergulha no trabalho, Lauren se refugia na arte de criar peças de vidro.

Texto:

- Sei o que as mulheres dizem de mim, acham que sou covarde e inadequada como a mulher do chefe.

- Não acredito nisto. - Nairna balançou a cabeça. - Você é apenas calada e tímida.

- Não, é mais do que isto. - Laren tocou o vestido e se lembrou das roupas velhas que usara anos atrás. (...) - Tínhamos muito pouco para comer e todos sabiam. Minhas irmãs e eu usávamos as roupas velhas de outras crianças e mulheres. - Pela expressão assustada de Nairna, percebeu que ninguém havia lhe contado. - O clã sabe de onde venho e que não tenho a capacidade de liderá-los. (...) Fazer vidro é uma parte importante de mim, Nairna. Enquanto tiver isso, posso suportar as críticas deles e não me sentir magoada porque sei o que posso fazer. - Respirou fundo para suportar a dor de confessar. - Não importa se não posso liderar as pessoas ou ser a esposa que Alex precisa, porque sei que há alguma coisa que sei fazer.
Páginas 31-32


Uma história de um casal sofrido que tenta salvar o seu casamento. Uma leitura prazerosa, mas é um texto mais sombrio e melancólico o que talvez incomode um pouco alguns leitores acostumados com romances de banca, embora exista a segurança do final feliz. Eu gostei mais desse volume do que o anterior, mesmo sendo uma história mais curta, não faria feio num formato livraria devido à complexidade dos sentimentos mostrados.

A ameaça inglesa ao clã deu fôlego à narrativa principalmente na parte final. Esse conflito apresenta os protagonistas de uma história curtinha relacionada com a série, Craving the Highlander’s Touch.  Devo confessar que fiquei com muita vontade de lê-la. Seu herói está longe da perfeição, sua heroína é a esposa do grande vilão desse livro. Diferente, não?

Sinopse:

De volta ao leito de seu marido.

Como chefe de seu clã, Alex MacKinloch conseguira unir seu povo apesar dos tempos tenebrosos de lutas sem tréguas. Mas o abismo que se criara entre ele e sua esposa tornou-se um desafio quase insuperável. Quando Alex descobriu que Laren guardava segredos, sua velada frustação não poderia ser contida por mais tempo. Ela parecia ter se esquecido dos prazeres do leito conjugal. Apesar disso, Laren não podia ignorar o olhar faminto de seu marido... Pois o único desejo de Alex era seduzir e reconquistar sua mulher!

Abaixo a capa em inglês.

Photobucket


Cotação:
Photobucket
Photobucket
Gostou? 
Clique no botão +1 na barra abaixo.

10 comentários:

  1. Uia, adorei a resenha, aguardando meu exemplar para começar a ler. "Leninha se coçando de curiosidade."

    ResponderExcluir
  2. Aiin, gostei da proposta! :)
    Gosto de temas diferentes, melancolicos nao me assustam.. Otima resenha!
    Pretendo ler sim..
    :D

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Fiquei super curiosa com a estória! Ai, mais um pra lista... mas antes eu tenho que ler o primeiro da série!

    Bjos! :)

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é muito bom, gostei mais desse do que do primeiro, eu vi que há mais livros da série, vc sabe se a harlequin os publicará?

    bjo

    ResponderExcluir
  5. Não resisto a um romance histórico... já pedi o meu!!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Nossa! eu vi este livrinho na banca a semana passada,quase que eu comprei! rsrsrs...
    Adoro romances,principalmente os históricos.Leio desde 15 anos.Leio também outros generos,mas sou apaixonada por estes de banca,rsrs é vicio....
    Bom, gosto sempre de ler as suas resenhas, são ótimas!sempre quando estou com dúvidas de ler algum livro,sempre dou uma espiadinha aqui!
    Parabéns seu blog é 1.000!

    ResponderExcluir
  7. Se tem um tipo de livro que me fascina tanto quanto os de vampiros, são os de romances históricos.... principalmente sobre clãs... e já to indo procurar esse pra comprar!!!

    To gostando muito de ler as suas resenhas, são ótimas!!! Você escreve muito!!!!!

    ResponderExcluir
  8. God! Eu preciso ler essa série!
    O pior que vai demorar horrores para chegar na banca, na cidade onde moro... Isso me mata!!!
    Bem o jeitinho de histórico que gosto... Uma amiga comentou comigo sobre esse lado mais sombrio do texto e bem intenso, coisa que já me atrai bastante...
    Adoeri a resenha!

    Bjuss

    ResponderExcluir
  9. Adorooooo!!!

    Thonks,

    Estou com agua na boca!!!

    Já encomendei os dois ;o)

    ResponderExcluir
  10. Comprei um pelo site da HARLEQUIM,ainda não li,mas espero ser tão bom quanto sua resenha.
    Abração,
    Alexandra

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores