No Limite da Atração - Katie McGarry



Jovem Adulto/ New Adult


No Limite da Atração é um livro que eu estava de olho já há algum tempo, pois ele traz consigo um burburinho positivo vindo das redes sociais. A narrativa foi finalista do Good Reads Choice Awards de 2012 e indicada a outros prêmios, como RITA 2013. Devo confessar então que estava até ansiosa por essa leitura, que fala de dois adolescentes, com problemas sérios, e às portas de entrar no mundo adulto. A obra mostra como eles lidam com isso, como a relação afetiva que surge entre eles os ajuda a crescer. Um texto romântico sim, mas que me surpreendeu por ter uma carga dramática, muitas vezes a narrativa é emocionante.

Eu li alguns comentários que o livro parecia com Belo Desastre, alguns até um pouco maldosos. Nossa, não é bem assim. Eu curti o livro de Jamie McGuire, a intensidade e a paixão de Travis, mas se ele incomodava às vezes por se apresentar como um bad boy inconsequente, um rapaz que o leitor não podia compreender a sua alma, pois a voz do livro era a da mocinha, em No Limite da Atração as coisas são bem diferentes.

Os capítulos são intercalados, um dá a visão de Noah (mocinho), o outro a de Echo (mocinha), o que cria a oportunidade de conhecermos intimamente as motivações de Noah, de descobrir que o personagem é na sua essência um bom garoto, que se perdeu devido a um evento trágico, e hoje vive com esse rótulo de bad boy, que ele mesmo alimenta. Não há como não surgir sentimentos de solidariedade e compreensão em relação à sua história.

O texto começa com Echo no consultório da nova assistente social e terapeuta da Easwick High, sra. Collins. Ela e a sua família estão em acompanhamento psicológico depois de uma noite na qual Echo foi aparentemente violentamente atacada. Todos dizem que sua mãe tem algo a ver com isso, mas ela não se lembra de nada. Pela sua memória atual, ela poderia até mesmo ter se machucado sozinha.

Com as cicatrizes horríveis nos braços e a perda de memória, ela deixou de ser uma menina popular no colégio para se enquadrar no grupo das esquisitas e isso a isola. Echo não quer falar sobre o incidente, o que gerou uma série de boatos criativos. Além disso, ela tem problemas com o pai controlador, com a madrasta e sofre pela morte do irmão mais velho. Acredite, a autora cria uma trama na qual nos identificamos com seus problemas e a entendemos.

Enquanto Echo está em atendimento, na sala de espera encontra-se Noah. Ele também está tendo consultas com a sra. Collins.

Texto:

Ela folheou meu arquivo.

- Você foi transferido para vários lares adotivos nos últimos dois anos e meio. Esta é sua quarta escola desde a morte dos seus pais. O que eu acho interessante é que, até um ano e meio atrás, você ainda estava entre os melhores alunos da escola e ainda competia nos esportes. Essas qualidades normalmente não combinam com um caso de indisciplina.

- Talvez você precise cavar um pouco mais fundo. - Eu queria essa mulher fora da minha vida, e a melhor maneira de fazer isso era assustá-la. - Se fizesse isso, descobriria que espanquei meu pai adotivo. - Na verdade, eu dei um soco na cara dele quando o peguei batendo no filho biológico. Engraçado que ninguém da família ficou do meu lado quando os policiais chegaram. Nem mesmo o garoto que defendi.

A sra. Collins parou, como se estivesse esperando que eu desse a minha versão da história, mas ela estava muito enganada. Desde a morte dos meus pais, aprendi que ninguém no sistema dava a mínima. Depois que você entrava, estava ferrado.
Página 20-21.


Esse texto exemplifica os problemas de Noah, que agora luta pela permissão do sistema para poder visitar seus irmãos menores, que estão em outro lar adotivo. Até isso lhe foi tirado.

A sra. Collins atua como uma espécie de anjo da guarda, ela tem uma presença forte no texto, auxilia nas sessões e fora delas. Ao colocar Noah e Echo para atuarem juntos, favorece o surgimento de uma relação romântica entre os adolescentes que é benéfica, que os faz amadurecer.

Echo e Noah trabalham os seus problemas durante o livro, e as suas visões sobre o sistema, os pais, pessoas, perdas,... Bem, o discurso vai mudando conforme eles vão se tornando mais ponderados e maduros. No entanto, não é um livro chato, pois isso é tratado de uma forma gostosa. Além disso, curto esse exame mais aprofundado dessa fase da vida que o New Adult traz, acredito que esse ângulo permite que pessoas mais velhas, como eu, também venham a apreciar a leitura.

A atmosfera romântica também não irá decepcionar os fãs, Noah tem um perfil homem possessivo, mas no estilo mais razoável e ajuizado. Entretanto, não há cenas mais quentes, poucos amassos apenas, nada mais.

Observação: No Limite da Atração é o primeiro volume de uma série, só que cada livro contém uma história completa, pois cada um fala de um casal diferente. A ligação entre as histórias é o fato dos personagens serem amigos. Então nada de se preocupar com "ser obrigatório ler todos os livros", pois não é. Os volumes são:
  • 1. Pushing the Limits (2012) - No Limite da Atração.
  • 2. Dare You To (2013) - ainda não publicado em português - fala da Beth, amiga do Noah.
  • 3. Crash Into You (2013) - ainda não publicado em português - fala do Isaiah, amigo do Noah também.
E tem uma história curtinha, Crossing the Line, que fala da Lila, amiga da Echo.

Sinopse:

Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.

Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.

Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente.

“Particularmente as leitoras vão se sentir atraídas pela linguagem de tirar o fôlego, e [...] os leitores vão adorar a história de amor de dois jovens problemáticos que, juntos, conseguem encontrar o caminho rumo à cura.” Booklist

Eleito a Escolha do Mês na Amazon Reino Unido e um dos melhores livros de 2012 pela Association of Booksellers for Children (ABC).


Abaixo a capa em inglês.



Cotação:
Photobucket
Photobucket
Gostou? 
Clique no botão G +1 na barra abaixo.

5 comentários:

  1. Louca pro meu chegar......linda resenha....

    ResponderExcluir
  2. Embora normalmente eu correria de um "jovem Adulto", achei a resenha interessante. E também o fato de, ao que parece, não ser uma série. Amoooooo séries, mas em se tratando de jovem adulto prefiro livros individuais, de forma que o livro seja conclusivo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade faz parte de uma série. Eu me esqueci de colocar na resenha. Vou atualizar a postagem. Só que os livros contêm histórias completas, cada um fala de um casal diferente.
      Veja abaixo.

      1. Pushing the Limits (2012)- No Limite da Atração.
      2. Dare You To (2013)- Fala da Beth, amiga do Noah.
      3. Crash Into You (2013)- Fala do Isaiah, amigo do Noah também.

      E tem uma história curtinha, Crossing the Line (2013), que fala da Lila, amiga da Echo.

      bjokas

      Excluir
  3. Tonks como sempre arrasando na resenha rs rs Fiquei feliz em ler a sua opinião, pq tinha lido outras que me deixaram meio na dúvida se leria ou não. Achei bem interessante ter ambas as visões no livro, pq muitas vezes sinto falta de conhecer mais a fundo o outro personagem, seus conflitos e superações. Legal! Livro na lista! rs rs bjs

    ResponderExcluir
  4. Ah gostei da resenha, estou com muito curiosidade de ler, mas ainda não coloquei esse livro nos meus desejados... jásão tantos, entretanto se eu tiver oportunidade de ler com certeza lerei.

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores