Dicas HOT da Lizzy



A Tonks pediu que eu preparasse uma lista de sugestões no estilo HOT APROVADO para esta semana especial e aqui está. Ela não segue exatamente uma ordem de preferência, mas todos os livros são ultrassensuais com uma ótima história. Tentei mesclar suspense/humor/BDSM. É importante que o leitor compreenda que o erotismo no livro não precisa seguir um padrão rígido, eu acho muito mais agradável quando misturado com outros gêneros. Eu só não coloquei sobrenatural, pois estou tendo certo bloqueio com ele. Espero que passe logo.

Segue a lista:

Beautiful Bastard, de Christina Lauren.

Muitas pessoas podem criticar, falando que é a mesma coisa de sempre, mas sem dúvida nenhuma eu me diverti muito com a história. O livro vai  ser publicado no Brasil com o título de Cretino Irresistível e já está em pré-venda em algumas livrarias. A data de lançamento está prevista para o final de agosto.

Dentre os livros dessa nova onda de eróticos, esse foi um dos que mais gostei. Apreciei demais ter os pontos de vista da Chloe e do Ryan, isso fez a história fluir com mais rapidez. E, claro, para fazer jus ao gênero, tem muito, muito sexo, mas eu não achei nada cansativo. A linguagem picante também não me desagradou. Os protagonistas são muito parecidos, amam seus trabalhos e são ambiciosos. Uma leitura com risadas garantidas, com direito a calcinhas rasgadas.

Resenha AQUI.
Perfil no GoodReads AQUI.



At Peace, de Kristen Ashley.

Segundo livro da série The Burg, pode ser lido fora de ordem. Uma das autoras mais aclamadas da atualidade. Esse livro mescla erotismo hardcore com suspense. O herói é um “alpha male” no sentido extremo da palavra. Aliás, o grande destaque é o Joe, com seus modos bruscos e protetor. Ele é do tipo que não tem meias palavras e vai direto ao ponto e se entrega completamente quando ama. Recomendado para quem aprecia histórias que são desenvolvidas a partir do cotidiano do casal e da família.

Resenha AQUI.
Perfil no GoodReads AQUI.


Série The Education of..., de Jane Harvey-Berrick.

Composto por dois livros:
1. The Education of Sebastian.
2. The Education of Caroline.
Extremamente sensual, passional e realista. A diferença de idade entre o casal protagonista chama bastante atenção, pois foge do usual. Caroline é bem mais velha do que Sebastian. No primeiro volume, Sebastian tem apenas 17 anos e Caroline o inicia sexualmente, ressaltando-se que ela é casada. Mas não se assustem, não há nada de amoral nesse contexto, tudo é muito bem contado e tem a sua razão de ser. Indicado para quem não se incomoda com o tabu da diferença de idade.

Resenha AQUI e AQUI.
Perfil no GoodReads AQUI.


Série The Dark Duet, de C. J. Roberts.

A história é desenvolvida em dois livros, totalmente dependentes, ou seja, não há como ler um e não ler o outro. São eles:
1. Captive in The Dark.
2.  Seduce in the Dark.

Foi complementado por um epílogo recentemente lançado nos EUA denominado Epilogue. Essa série foge totalmente das minhas opções de leitura, pois não segue nenhum padrão romântico, no entanto me arrebatou completamente. O erotismo hardcore é perturbador, doentio, viciante. Os livros abordaram temas extremamente inquietantes, pois são narrados em ambientes rodeados de práticas criminosas. O tráfico humano é abordado de modo cru, realista. A heroína  Livie é inocente e sofrida, e seu destino não poderia ser mais atroz quando ela é sequestrada por Caleb, para ser escrava sexual. Caleb é um anti-herói que desperta horror e fascínio, na mesma proporção. Indicado para quem quer ler algo que foge totalmente dos eróticos que estão na ponta da moda. Destaque para o segundo volume, que consegue introduzir um suspense que prende do início ao fim, com revelações imprevisíveis e a redenção verossímil de Caleb.

Resenha AQUI e AQUI.
Perfil no GoodReads AQUI.


Tangled, de Emma Chase.

Esse livro comprova que erotismo e humor combinam perfeitamente. A grande diferença consiste em ter uma história narrada completamente sob o ponto de vista do protagonista masculino. Constantemente Drew interage com o leitor, de modo semelhante ao filme Alfie, O Sedutor, como se ele estivesse compartilhando conosco seus pensamentos. O que posso garantir é que é uma leitura sexy, divertida e encantadora. Drew é um playboy mimado que cai do pedestal quando finalmente se apaixona. Super indicado como remedinho para o  mau humor. 

Resenha AQUI.
Perfil no GoodReads AQUI.


Broken, de Megan Hart.

Publicado pela Harlequin Portugal como A Amante Imaginária. Descobrir essa autora no universo erótico foi como achar uma relíquia. Sabemos que originalidade é escassa no estilo, mas Megan Hart consegue surpreender e deixa a sua marca. Nunca li nada igual. É um livro diferente, reflexivo, sensual. Sadie, a heroína, é abatida por uma tragédia quando seu bonito e bem sucedido marido sofre um acidente e fica tetraplégico. Sua vida ganha um novo sentido quando ela conhece Joe. Ele compartilha com ela, uma vez por mês, seus fugazes e descompromissados encontros sexuais. Ele revela, ela absorve esses contos eróticos, e se imagina protagonizando cada um deles. O enredo é desenvolvido de um modo maduro e cheio de lições de aprendizado, e indica de um modo geral que o fim de uma etapa em nossas vidas pode ser um belo começo quando menos esperamos. 

Resenha AQUI.
Perfil no GoodReads AQUI.

Photobucket


Lizzy: “Descobri que a leitura é uma forma servil de sonhar. Se tenho de sonhar, porque não sonhar os meus próprios sonhos?” Fernando Pessoa.

Gostou? 
Clique no botão +1 na barra abaixo.

17 comentários:

  1. Tá bom, Lizzy...
    vou tentar essa série The Dark Duet.

    Mas se eu não gostar, vou fazer abundar no esculacho e vou atrás de vc, de sua família e até do seu cachorro. Vingança, sabe como é.

    bjooooooooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tícia, querida,kkkkkk, leia, eu te desafio...e como eu acho que vc não é das que se retraem diante de um desafio, então quero saber sua opinião, viu??
      Bjs

      Excluir
  2. Eu já li Beautiful Bastard e Tangled. Gostei muito de ambos.
    Está na minha lista de futuras leituras a série The Dark Duet.
    Já os outros eu nunca tinha ouvido nem falar, mas me interessei.

    Beijos,
    Resenhando Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata, todos os livros listados são super bem cotados nos sites especializados e sucesso nos EUA. Bjs

      Excluir
  3. Oi Lizzy,
    Só conheço o Cretino Irresistível, mas gostaria de ler os outros livros. Vc poderia me informar se tem eles publicados aqui no Brasil?
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kênia, nenhum deles foi publicado no Brasil, a ideia do post foi justamente essa, lançar novidades para que as nossas editoras sejam incentivadas pelos leitores a publicarem. Bjs

      Excluir
  4. Lizzy, gostei de todos, mas a "Série The Dark Duet, de C. J. Roberts", é necessário, urgente!
    Me lembrou "A carícia do Vento", da Janet Dailey, com o inesquecível Ráfaga, ah, que saudade...acho que foi um dos livros mais marcantes que já li.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Nelma, então acredito que você ira gostar, uma fã de Janet Dailey consegue encarar qualquer mocinho fora do padrão, né. Bjs

      Excluir
  5. Adorei as dicas, Lizzy!

    Muito curiosa com a série The Dark Duet. Nada de previsão de publicação por aqui?

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrea, não tem previsão de publicação, mas a ideia é justamente lançar aos leitores a vontade de ler e bombardearem as editoras de pedidos, afinal são livros que estão no topo das vendas no exterior. Bjs

      Excluir
  6. Oie

    Essa série Dark Duet, realmente chamou a atenção.

    Axo que vou dar uma chance kkk

    Bjs

    Se quiser dar uma olhada
    http://garotadasletras.blogspot.com.br/2013/07/resenha-casorio.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daiane, confira, é diferente e um sucesso nos EUA. Bjs

      Excluir
  7. Gente que capas sensuais essas da série Série The Education of o.O E a sinopse da Série The Dark Duet??? Muito diferente mesmo, gostei de conhecer mais do gênero (Eh eu ainda não me rendi as leituras mais picantes, falta de tempo mesmo :P)

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei as dicas, estou louca esperando "Cretino Irresistível" (Beautiful Bastard) Assim que lançar vou correndo comprar!!
    Beijos, adoro o blog ;*

    ResponderExcluir
  9. Li o "Cretino Irresistível"(Beautiful Bastard) e adorei! Até que enfim um livro em que a mocinha não é uma virgem idiota, subserviente e submissa que se rasteja aos pés do mocinho e nem é tratada feito lixo. Nesse livro a Chloe é inteligente, desbocada, além de bater de frente com o mocinho e tomar a iniciativa em vários momentos. Os diálogos deles são hilários e o fato da história ser contada pelo ponto de vista dos dois é muito legal. Tem muito sexo hot, mas as cenas são legais, sem as humilhações da mulher e abusos que se vêem nesses livros hoje em dia - que, diga-se de passagem, eu não curto nem um pouco, pois eles tratam a mulher feito um cocô até a penúltima cena. Ri muito em várias situações e também das calcinhas rasgadas....kkkk....E o Benett Ryan como chefe malvado e grosso é TDB! Ele é grosso e malvado na medida certa, sem ser um psicopata doentio e abusador que nem o mocinho daquele livro "Obsessão" da Maya Banks (que, por sinal, odiei e me deixou revoltada)...O amor acontece aos poucos entre eles e vamos acompanhando a evolução dos sentimentos dos dois, conforme as narrativas de cada um se alternam. Enfim, muito legal! Recomendo!

    ResponderExcluir
  10. Amei os livros da Jane Harvey,principalmente o do Sebastian!Obrigada pelas dicas e aguardo mais;)
    bjos!

    ResponderExcluir
  11. Olá Lizzy, sei que já faz um bom tempo desde que você fez tal resenha, mas só tive acesso a esta recentemente e não pude deixar de fazer um comentário porque, de fato, fiquei muito feliz em encontrar alguém que partilha de gostos semelhantes aos meus. Quando li sua coluna, já conhecia o Beautiful Bastard e o Tangled, livros que, aliás, adorei! São leituras divertidíssimas, sem deixar de ser inteligente, o que, pelo menos pra mim, só enriqueceram o aspecto hot. A autora Kristen Ashley também citada eu conheço e virei fã por outra série - Homem dos sonhos- que também é muito boa.
    Acho que o grande destaque na leitura dessas autoras e que, devo dizer, tem sido animador diante de um cenário neste tipo de leitura muitas vezes monótono, é a manutenção do poder e da inteligência da heroína do início ao fim da trama. Não te irrita quando a protagonista parece emburrecer drasticamente no final da trama em prol do final feliz com seu homem macho dominante?! Na minha opinião o apelo de personagens como o Bennet e o Drew ( de Beautiful Bastard e Tangled respectivamente) é tão poderoso graças ao comportamento da Chloe e da Kate em toda a história, que mesmo não se perdendo no final a ponto de se tornarem personagens sem argumentação plausível, conseguiram se destacar de forma ainda mais positiva.
    Também queria agradecer a dica sobre a Megan Hart. Você tem toda a razão em elogiá-la. Li A Amante Imaginária e, realmente, me apaixonei (apesar de ter chorado horrores o que não é comum pra mim neste tipo de história). E o mais incrível é que ela conseguiu montar um drama intenso e emocionante sem perder a linha hot. Em termos de humor é o extremo contrário dos livros citados antes, mais uma leitura tal gratificante e estimuladora quanto os primeiros.
    Pra finalizar, nem sei se cabe aqui, mas queria indicar a leitura da série Songs of Submission da C D Reiss. Foi uma das séries que mais gostei nos últimos tempos e adoraria ler uma resenha sua sobre o mesmo.
    Obrigada mais uma vez! Tenha certeza que as visitas ao site serão muito mais frequentes agora que conheci o espaço de vocês. Parabéns!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores