Todos os teus beijos - Laura Lee Guhrke


Histórico
Edição portuguesa

Todos os teus beijos foi uma leitura apaixonante. Muito prazerosa e com um enredo diferente, a narrativa mostra que dá para escrever romance novel de um jeito inteligente, elegante e inusitado. Laura Lee Guhrke conseguiu isso ao criar uma história de amor entre um compositor, que perdeu seu dom e o amor à vida devido a uma disfunção auditiva, e uma mulher, que misteriosamente o faz ouvir música dentro de si.

Todos os teus beijos é o segundo volume de uma série de quatro livros, ambientados na Inglaterra, durante o período da Regência. Os textos são românticos e sensuais, e um deles já foi publicado no Brasil, Muito mais que uma Princesa. As histórias podem ser lidas separadamente e fora de ordem, já que cada volume conta com uma trama completa, independente e com protagonistas diferentes. A ligação entre os textos é dada pelos laços que unem os personagens. Alguns são amigos, outros são parentes. Neste caso, o mocinho é irmão de Ian, o protagonista de Muito mais que uma Princesa. Clique AQUI para saber mais sobre os volumes.

Trecho:

(...) Valmont fora a última peça que escrevera, a última peça que alguma vez escreveria. Por que não admiti-lo? Já não conseguia ouvir a música. O gemido afogava-a dentro da sua cabeça.

Quatro médicos disseram-lhe que os danos seriam crónicos, que tinha sorte de não ter ficado completamente surdo, que se habituaria ao ruído. Bateu com os dedos nas teclas e pôs-se de pé. Criar música era a paixão da sua existência. Agora o dom desaparecera. Nunca se habituaria.

(...)

A música era sua vida. Enraivecido por aquilo de que tanto gostava lhe ter sido arrebatado, atirou a batuta que saltou pelo chão de madeira do poço da orquestra. Que faria sem música? Teria de sofrer para sempre aquela intolerável agonia? Passar o resto da vida a ouvir apenas um som, um som que nunca se alterava, nunca vibrava e não tinha fim?
Página 12 e 13.
Texto em português de Portugal.

A história começa apresentando Dylan Moore, um compositor rico e famoso por toda a Europa devido as suas sinfonias, óperas e sonatas. Nosso mocinho tem um temperamento difícil e passional comum aos artistas da época, ele é um libertino, sempre envolvido em escândalos e a ovelha negra da família, o oposto de seu irmão, o diplomata Ian com toda sua austeridade e controle.

Dylan encontra-se em crise, pois perdeu o seu dom musical após um acidente. Um trauma na cabeça deixou como sequela um zumbido permanente que o impede de compor, já que não consegue escutar a sua música, pois ela se afoga dentro de si pelo ruído, antes de conseguir sair para o papel. E a música é a sua vida, sem ela para que viver?

Nosso herói estava prestes a fazer algo drástico quando encontra Grace Cheval, uma violinista misteriosa e sem recursos. Algo surpreendente acontece quando ela conversa com Dylan, ele consegue escutar a sua melodia brotando dentro de si. Esperança. Porém, ela desaparece e por cinco anos Dylan se vê marcado por aquele encontro notável.

O leitor que está lendo essa resenha pode ter a impressão que contei a história toda, que cometi algum spoiler, mas não. Tudo isso é uma parte bem inicial, já deu para perceber que a narrativa começa arrasadora, não?

Veja bem, não foi amor à primeira vista, e sim uma ligação da qual ele ansiava ajuda, mas também carregada de desejo. Depois de um reencontro, Dylan faz de tudo para tê-la ao seu lado e aí começa a trama que mostra essa relação conturbada, que vai aos poucos se transformando em amor. Algo muito bonito, pois Dylan era tão imaturo e egocêntrico que passava a sensação de ser alguém incapaz de amar outra coisa que não fosse a música.

Aprender a amar é uma conquista emocionante e que me tocou muito, e ela não se foca só no amor entre homem e mulher, mas é muito mais complexa, como o leitor que tiver a oportunidade de ler este livro poderá comprovar. Uma leitura obrigatória.

Sinopse:

Todos conhecem Dylan Moore — o seu brilhante talento e a sua busca pelo prazer — mas ninguém sabe o tormento que esconde. Apenas uma mulher se apercebe da força que impele a alma de Dylan, uma mulher que o persegue em sonhos e desperta nele paixões que nenhuma outra despertou.

Desgraçada e agora muito pobre, Grace Cheval nada quer ter com o sedutor que a deseja. Quando Dylan lhe oferece o emprego de precetora para a filha que há pouco encontrou, sabe que as suas intenções não são honradas. Porém, é-lhe difícil resistir a este homem tão carismático e devolve-lhe os beijos apaixonados com todo o ardor. Atrever-se-á Dylan a esperar que esta beldade orgulhosa e intrépida derreta o gelo que envolve o seu coração?


Abaixo a capa em inglês.


Cotação:
Photobucket
O livro está à venda AQUI.
Photobucket
Gostou? 
Clique no botão G +1 na barra abaixo.

12 comentários:

  1. Oi, esse eu não conhecia mas interessei!
    Vou procurar, pra aumentar meu vício!
    Hehehehehe

    Bjooos

    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ai ai... ja apaixonei!! Adoro, simplesmente adoro romances ligados às artes, musica, dança... mas é tão dificil de achar um livro que realmente enfoque o tema, e seja romântico. O problema é esse é de Portugal, e pelo visto vou ficar só na vontade. Como você é cruel, Tonks!!!

    ResponderExcluir
  3. Amei o estilo de escrita desta autora!
    Muito mais que uma Princesa foi a minha 1ª leitura e entrou para os meus favoritos!
    Com essa resenha a minha expectativa só aumentou mas é edição portuguesa ??? Puxa que pena!!!!!
    Agora só me resta correr atrás deste novo livro... eu queeeeero!!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Puxa vida, quer dizer que no Brasil começaram editando o último volume? Seria este um indicativo que eles não pretendem lançar todos os livros da série?
    Que coisa mais desagradável...
    Principalmente porque eu comprei Muito Mais Que Uma Princesa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que lindo! Sua resenha me conquistou. Quero muito ler, pois as leituras obrigatórias, são, obrigatórias!rsrsr.
    Mas primeiro vou ler "Muito mais que uma princesa", para entrar no ritmo da autora. Agradecemos a dica.

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei imenso. Ainda prefiro o primeiro mas este para mim até agora é o segundo melhor da série.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ana!

    Inadvertidamente, comecei a série por esse. É que resolvi ler algo da autora e escolhi um livro aleatoriamente, atraída pela sinopse, sem me tocar de que era série. Coisas de Andrea desorientada...

    Quando comecei a ler é que percebi que os vários personagens coadjuvantes eram tão interessantes que devia ser série. Não deu outra. Acabei encomendando os outros e agora estou lendo na ordem. No momento estou na história da Violet com o John Hammond (que prá variar não lembro o nome do livro...) e estou adorando, apesar de estar com muita raiva do sujeito.

    Mas voltando ao livro atual: simplesmemte amei. Nosso anti-heroi é egocêntrico, temperamental, enfim, impossível e que se vê, de repente, sem controle de sua vida e pensando no pior. Ela, uma pessoa que tomou decisões arrojadas e arriscadas na vida, aproveitou o que ela tinha de bom e também experimentou seu amargor, saindo da experiência como uma mulher madura e consciente.

    O desenvolvimento da relação é perfeitamente crível, natural, sem ser forçado. Não senti dificuldade para simpatizar com o casal e com todos os coadjuvantes. Também fiquei muito envolvida com a história da menina Isabel, querendo acolhê-la e lhe dar a segurança que tanto clamava com suas atitudes.

    Enfim, o livro é um bom motivo prá fazer uma encomenda na Wook nesses tempos de dólar alto sem dor no coração!

    Parabéns pela resenha!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  8. Ó pai ó! Outra resenha empolgante que me faz desejar desesperadamente o livro e agora?

    Beijos e Até o próximo post!
    Lu Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  9. Então, quero ler. Tipo assim, ontem! rsrs Ai, fico tão triste qdo penso que a Essência/Planeta meio que abandonou os romances históricos.

    bjs!

    thaís

    ResponderExcluir
  10. Se o começo já é assim, fico imaginando o que vou sentir quando for ler...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Puxa vida, esse é o LIVRO! Com um inicio instigante desse imagino como deve ser o restante da história. Que vontade de começar a ler agora! Mas está anotado e com certeza vou comprar.
    Resenha perfeita.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Esse é o único q ainda não li mas dos outros sou apaixonada por Muito mais que uma Princesa, adoro o casal Lucia é demais.

    bejoca

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores