Um Milhão de Desejos Secretos - C.L. Parker


Hot
Edição portuguesa
Resenhas da Lizzy

Comprei Um Milhão de Desejos Secretos sem ler nada a respeito dele antes. Concentrei-me rapidamente na sinopse e decidi arriscar. Ainda bem, estou agradavelmente surpreendida. O erotismo do livro é arrebatador, porém o seu grande trunfo foi o inesperado romantismo da trama e um senso de humor que rompe o modelo da seriedade e da rigidez, normalmente presentes em livros do estilo.

O enredo não é propriamente uma novidade. Delanie Talbot é a heroína, uma jovem que, conduzida pelas circunstâncias, leiloa a sua virgindade em um clube secreto e extremamente exclusivo de Chicago, onde homens riquíssimos buscam pagar por suas fantasias. O lugar lhe foi apresentado por uma amiga envolvida no mundo da prostituição. O motivo: custear o tratamento e o transplante de coração de sua mãe, na iminência da morte. Assim, sem profissão definida e com o pai desempregado, ela busca a alternativa mais rápida e rentável. Ali, exposta como um produto belo e intocado, ela é “vendida” por dois milhões de dólares como escrava sexual ao multimilionário e herdeiro americano Noah Crawford, o qual exige um contrato de submissão por dois anos.

A partir do resumo anterior, dá para notar uma correlação imediata com a trilogia Cinquenta Tons de Cinza, afinal os ingredientes básicos estão presentes: moça jovem e virgem, homem riquíssimo com gostos sexuais questionáveis e contrato sexual. Ah, existe também algo que lembra a “deusa interior”, criativamente denominada de Galdéria e acredite, ela rende muitas risadas. No entanto, em minha opinião, as semelhanças cessam por aqui. Também devem ser esquecidos os apetrechos sadomasoquistas. O livro tem seu próprio fôlego, proporcionado por cenas sensuais escaldantes equilibradas entre momentos surpreendentemente cômicos e românticos.  Insisto, a história não é uma mera replicação, e mesmo aqueles que não gostam do tema devem conferir. A impressão inicial não se mantém até as linhas finais, e essa mudança ocorre de forma gradativa, e quando menos esperamos somos surpreendidos por uma reviravolta amorosa que nos remete sutilmente aos anseios próprios dos contos de fadas.

Logo no início Delanie deixa claro para Noah que ela tem seu orgulho. Pontos extras para a heroína, pois em nenhum momento pude descriminá-la por vender seu corpo. O relacionamento entre eles não é fácil, é conflituoso e volátil. Delanie é atrevida, naturalmente debochada e engraçada, um tanto louquinha, pois faz muitas coisas sem pensar, e mesmo sendo nocauteada pela beleza masculina do seu “empregador”, não se comporta como uma submissa qualquer, ela está convicta de suas escolhas, mas deixa claro o que pensa de Noah. Ora, o que imaginar sobre um homem lindíssimo e poderoso que compra favores sexuais? Eu também conclui a mesma coisa: mais um multimilionário surtado e abusador a compor uma lista infindável no mundo literário. Felizmente, não é nada disso caras leitoras.

Noah tem firme em sua mente os motivos que o levaram a fazer algo tão questionável moralmente. Uma frustração amorosa o impulsionou a buscar um relacionamento meramente contratual e carnal. Porém, ele não poderia estar mais enganado sobre suas escolhas, pois acaba se tornando refém delas. Ele não esperava que uma mulher inexperiente pudesse ser tão receptiva à descoberta de sua sensualidade. Como se não bastasse, a personalidade singular de Delanie é um poderoso afrodisíaco para os seus sentidos. Seu grande erro foi subestimar os poderes de sedução de uma mulher.

Trecho:

Isto era um acordo de negócios. Era marado e eu nunca tinha feito nada daquilo antes, mas ainda assim era um acordo de negócios. Eu tinha todas as intenções de cumprir a minha parte do contrato e esperava que ela fizesse o mesmo.

No entanto, para ser franco, aquela sua atitude desagradável até me excitava. Acho que não conseguiria ficar tão teso com uma pessoa que fosse completamente subserviente a todos os meus caprichos. Ela tinha fogo e gelo a correr pelas veias e não ia facilitar-me a vida.

E era precisamente isso que ia tornar a coisa ainda mais excitante para mim.
Página 46.

O livro é muito sensual. Todas as cenas sexuais são muito bem escritas e picantes. Chamou-me atenção haver uma clara alusão ao filme Uma Linda Mulher em algumas delas, principalmente àquela do piano...

Os diálogos abrasivos também garantem momentos únicos que oscilam entre o choque e o riso. Na verdade, ri absurdamente, há momentos hilários, impossível não gargalhar. Em resumo, foi uma leitura mais do que bem vinda. Ideal para quem gosta de casais com uma pegada bem quente, porém altamente apaixonante. E o Noah... É do tipo capaz de produzir uma combustão literária (risos). Que homem espetacular.

O grande problema foi a autora ter fatiado a história em duas partes. Não dá para dispensar a leitura da continuação em hipótese alguma. Ela se chama A Million Guilty Pleasures e espero que seja lançada o mais rápido possível, fiquei absolutamente sedenta pelo desfecho.

Sinopse:

Lanie Talbot vive um dilema terrível. A mãe está entre a vida e a morte e precisa desesperadamente de ser operada. Disposta a tudo para conseguir pagar-lhe o transplante de coração, Lanie esquece o sonho de ir para a universidade e decide vender o seu bem mais precioso: a virgindade.

Num clube supersecreto de Chicago, ela deixa-se ir a leilão, disputada por dois multimilionários: um xeique e um jovem herdeiro americano. O charmoso Noah acaba por vencer, pagando dois milhões de dólares por ela. "Compra" a virgindade de Lanie, e muito mais: durante dois anos, ela terá de obedecer a todos os caprichos do seu novo "senhor". A estudante entrega-se, relutante. Não percebe o que levou Noah a "comprá-la": afinal ele tem tudo, é riquíssimo, sensual. No entanto, o milionário tem as suas razões secretas, não quer compromissos, jurou a si próprio nunca mais sofrer por uma mulher… Mas a química entre ambos não para de crescer. E a cada novo encontro, a cada nova noite de paixão, desperta entre eles o desejo por algo mais, a procura de uma intimidade que vai muito para além do prazer físico. E por mais que Noah tente proteger-se, por mais que Lanie saiba que está presa a um contrato sem sentido, o amor rompe todas as barreiras.

Abaixo a capa em inglês.



Cotação:
Mais para 4,5
Photobucket


Lizzy: “Descobri que a leitura é uma forma servil de sonhar. Se tenho de sonhar, porque não sonhar os meus próprios sonhos?” Fernando Pessoa.

Gostou? 
Clique no botão curtir na barra abaixo.

43 comentários:

  1. Sua resenha é ótima, mas a história me fez bocejar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniele, é meio difícil bocejar com um casal tão quente! Tem quer ter um bom ventilador de lado :) Bjs

      Excluir
  2. Desde que vi esse livro ainda em ingles morri de vontade de ler, só que meu maior medo era que ele fosse uma "copia" de 50 tons (não sou fã de 50 tons de cinza) e eu acabasse me decepcionando com a leitura.
    Mas hoje depois de ler sua resenha fiquei com menos medo e decidi arriscar e me jogar nessa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gesielen, realmente, as cópias chateiam, seja de Cinquenta Tons, e outros, a novidade é sempre mais atrativa, no entanto achei que esse livro tem o seu toque. Boa Leitura! Bjs

      Excluir
  3. Uau !! Fiquei louca para ler , tomara que publiquem no Brasil . Como sempre sua resenha foi inspirada .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Helen, nosso objetivo em resenha livros publicados em Portugal é justamente estimular as nossas editoras. Bjs

      Excluir
  4. Ah, gostei :))
    Normalmente eu não curto muito esse tipo de livro, mas esse atraiu minha atenção :D

    ResponderExcluir
  5. Vou começar dizendo que gostei mais da nossa capa, achei mais bonita. Em relação ao enredo já me apaixonei pelo Noah, kkkk
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei a capa linda, no entanto a mocinha do livro tem olhos claros, não correspondendo exatamente à modelo escolhida. O Noah é realmente apaixonante! rs Bjs

      Excluir
  6. Oh, o livro é narrado desde a perspectiva dele e não dela? Se assim for, VOU LER! <33333

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreia, você é muito observadora, parabéns. Eu esqueci de mencionar na resenha que o livro é narrado sob o ponto de vista masculino e feminino de modo alternado, isso foi muito bacana! Bjs

      Excluir
  7. como que eu compro em ebook nesse site que vc colocou onde encontrar?
    aparece isso 'Atenção! Os produtos assinalados a vermelho não detêm direitos de venda para o país em que se encontra. No passo seguinte serão eliminados do seu cesto.' alguém me ajuda? ;/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente somente os livros físicos estão sendo comercializados aos consumidores brasileiros! :( Bjs

      Excluir
    2. Depois que li 50 tons nunca mais tinha conseguido ler um livro HOT. Mas essa sua resenha me conquistou e pensei 'nossa tenho que ler esse livro agora' rsrs.Nao desistir ate conseguir comprar,uma amiga que mora em Portugal comprou o ebook pra mim.
      Muito obrigada por essa resenha e todas outras que me levaram a livros muito bons.
      Agora estou esperando ansiosamente a continuação

      Excluir
  8. Lizzy, eu adoro o filme "Uma Linda Mulher", e a cena do piano é sensacional. com todo aquele duplo sentido...
    E, mesmo você dizendo que o leilão da virgindade da mocinha foi bem "desenhado", confesso que é um assunto que não consigo resolver muito bem.
    Fora esse detalhe, fiquei muito interessada no livro. E, a culpa é toda dessa resenha intrigante.
    Show!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Sueli, eu também adoro aquela cena do piano, e imagine ela com uma dose de erotismo incontido, praticamente realizou o meu desejo de ler o que eu gostaria de ter visto nas telinhas! rs
      Obrigada pelo aconchego de sempre. Bjs

      Excluir
  9. Li poucos eróticos até hoje pois costumo selecionar bem antes de comprar, afinal parece que houve uma avalanche de livros neste segmento não é ? Na época que saiu o 50 tons eu comprei mas não consegui terminar de ler, achei mal escrito, não foi crível pra mim.
    Mas entendo que seja uma questão de gosto literário, pois atualmente li a Trilogia do Gabriel da Editora Arqueiro e a série Cretino Irresistível e gostei demais.
    Esse me atraiu pelo que sua resenha falou sobre combinar o romantismo com o erótico e com diálogos espirituosos, adorei, tomara que publiquem por aqui ou que chegue logo mais um dia de frete grátis na wook.
    Hoje é a primeira vez que posto e quero aproveitar e parabeniza-las por esse blog fantástico, com suas resenhas sempre imparciais, sinceras e apaixonantes, aqui conheci muitos livros adoráveis e foi onde conheci os romances históricos que hoje amo.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eve, pois é, existe uma reviravolta bem interessante nesse livro, começa bem chocante, com o leilão e tudo mais, depois o enredo caminha para um inesperado romantismo...Além disso tem momentos bem divertidos.
      Seja bem vinda.
      Bjs

      Excluir
  10. espero que seja apenas uma alusão a "50 tons de cinza" pq ultimamente tem sido publicados tantos livros com histórias similares como o masoquismo, bondage, a mocinha virgem e inocente... q tem uma hora q acaba enjoando, mais gostei da sua resenha despertou uma curiosidade em mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, tem sim clara inspiração em CInquenta Tons, mas somente nos itens que eu mencionei na resenha. Não há BDSM etc., e a pegada do livro é hot e bem romântica também. Bjs

      Excluir
  11. Quero ler :( No Brasil eles sempre demoram mais para lançar os livros bons :( Quero morar em Portugal rsrsrs Amei sua resenha flor :D Louca e ansiosa para ler esse livro :* S2

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha,deu muita vontade de ler. E ogo eu que sou viciada em romance hot.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brenda, a pegada hot desse livro é uma delícia rs. Bjs

      Excluir
  13. Olá, lizzy, parabéns pela resenha. Fiquei com muita vontade de ler esse livro.. Saiba que romance inpink já esta nos meus favoritos aqui e sempre visito a página. Como que eu faço pra comprar esse livro? A leitura eh o português de Portugal? Dá pra entender tudinho? Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rosana. O livro pode ser adquirido pela wook de Portugal, tem um link logo no início da resenha indicando onde comprar. O português de Portugal tem suas peculiaridades, inclusive no que se refere aos livros sensuais, algumas expressões são bem diferentes. Isso não me incomoda, pois já estou familiarizada. Na minha opinião dá para ler sim, sem problemas, mas sabendo que há as especificidades da língua. Bjs

      Excluir
  14. Adorei a resenha e estou muito afim de ler o livro. O site é mesmo seguro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rô, obrigada.
      A compra é segura é tranquila. Comprei várias vezes. Bjs

      Excluir
  15. Oi Lizzy !!!! vc sabe se ele será lançado no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Greice, infelizmente não sei informar, mas qualquer notícia postaremos por aqui. Bjs

      Excluir
  16. Amei a resenha, como compra esse ebook???????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, somente o livro impresso está disponível. Vc pode adquirir através da wook, veja o link no início da resenha. Bjs

      Excluir
  17. GOSTARIA DE SABER SE TEM PREVISÃO DE LANÇAMENTO NO BRASIL E SE VAI TER CÓPIAS DIGITAIS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andreia, ainda não sabemos, no entanto qualquer notícia informaremos. Bjs

      Excluir
  18. Adorei a resenha e curto muito romances neste estilo. Vamos aguardar o lançamento, porque com certeza vai agradar muitas leitoras.

    ResponderExcluir
  19. Oi, amei a resenha. Alguém poderia me dizer como faço para comprar esses livros, se por acaso tem como comprar pela net, pois gostaria de ler quase todos os livros que só tem nas terras portuguesa. Outra coisa: A leitura é de fácil entendimento? Nunca li um livro com versão portuguesa. Um grande beijo e PARABÉNS A TODAS AS MULHERES pelo nosso dia!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laura, o link para comprar pela net está no início no post. Bjs

      Excluir
  20. Lizzy tentei comprar no site que está no topo dessa página mas não consegui, se vc conseguir por favor me manda o livro por e-mal nat_bss@hotmail.com, por favor Lizzy me ajuda

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Estou completamente de acordo com você, é um livro maravilhoso. Comprei-o a algum tempo e já li umas duas ou três vezes! A Delaine, ou Lanie (será que ela brigaria comigo como fez com o Noah por chama-la assim? (risos) Amei essa parte) enfim, a Lanie é um mulher e tanto. Confesso que comprei o livro porque fiquei extremamente curiosa com essa coisa dela vender a virgindade (e eu adoro um milionário mandão), mas ai quando comecei a ler meio que fiquei P ta vida com essa decisão, pensei algo como: "Vai procurar um emprego decente, mulher".
    E lá pro meio do livro ficava danada com ela por ela ficar sendo desagradável com o Noah, afinal foi ela quem escolheu vender o corpo ali! Virou oficial depois que eu descobri o que a ex dele tinha feito com ele...virei uma defensora de Noah Crawford!
    Será que seria pedir muito, se eu pedisse um homem como ele? Não cairia nada mau.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Olá Lizzy,
    Sou de Portugal e por incrível que pareça este livro foi lançado cá em primeiro lugar. Pois eu costumo ler primeiro os livros traduzidos por algumas meninas aí no Brasil e só depois quando chegam por cá é que o compro. Este livro o comprei numa promoção e não me arrependi. Só fiquei danada porque tem continuação e a história nos deixa com uma vontade louca de continuar lendo. Não sabia que era fic. No fim a autora diz isso, e desta forma da para entender porque existem algumas semelhanças com esta nova onda de livros que estão saindo com estes temas de menina virgem e menino rico, em fim...
    Gostaria muito era de conseguir a fic para saber a continuação da história mas vou ter de esperar.
    Bjs e parabéns pelo seu bolg.

    ResponderExcluir
  23. Amei o título, fiquei curiosíssima, e tive que ler depois de ver seus comentários. Devo admitir que sou uma leitora voraz, e este livro me trouxe momentos de muita diversão, acho que o conteúdo emocional é pouco explorado, gosto de sentir aquela dor no peito por ler algo que descreve tão bem as emoções dos personagens, o que não aconteceu com Um Milhão de Desejos Secretos, mas valeu. Gostei bastante!

    ResponderExcluir

Apoio

Seguidores